Páginas

terça-feira, 28 de abril de 2015

Sou uma gata bem estranha
Tenho hábitos de aranha
E um silêncio no olhar

Não sou lá das mais fogosas
Mas apesar de orgulha
Gosto de me molhar

Não sou assim muito serena
Mas a consciência tenho plena
Sempre tento melhorar

Mesmo chata sou carinhosa
E quem não gosta de uma gatinha manhosa?
Temos todos que concordar

Me domar não é tão simples
Sou silêncio, mas não brinque
Eu sei morder e arranhar

Pra gostar de mim ter que ser louco
Ter assim um gosto meio torto
E me aturar

Mas a recompensa é sempre boa
Não sou nenhuma atoa
Fui feita para amar


Nenhum comentário:

Postar um comentário