Páginas

segunda-feira, 14 de março de 2011

Terráqueos - o vestuário.


Somos seres consumistas por natureza. Quanto mais, melhor. Quanto mais caro, melhor. Quanto mais cruel, melhor.

Grande parte das roupas que vestimos, principalmente as de inverno, não passam de carcaça, de pele morta á base de sofrimento.
A maior quantidade do couro usado para fazer jaquetas, botas, cintos e carteiras vem da Índia. As vacas são compradas clandestinamente e precisam ser transportadas para algum lugar onde o abate seja legalizado. Elas caminham até três dias sem descanso, sem água e sem comida, logo depois são levadas umas por cima das outras em um caminhão sem rampa de descida, frequentemente sendo puxadas brutalmente para o chão no desembarque, quebrando ossos das patas, costelas e seus chifres.
Não bastasse tamanha crueldade, quando por vezes caem exaustas ao chão, tem os ossos de seu rabo quebrados á marteladas para que se levantem. Metade desses animais chegam mortos ao abatedouro. A outra metade leva uma forte pancada na cabeça, algumas não perdem a consiência e mesmo assim são depinduradas pelas patas traseiras e tem sua garganta cortada, logo, agonizam até a morte, sangrando, sem defesa nenhuma.
100% das peles usadas em casacos vem da mais selvagem natureza. Os animais mais livres de nosso ecossistema são caçados, enjaulados e mortos sem a menor piedade.
Muitos enlouquecem devido ao pequeno espaço nas gaiolas, onde só podem deitar, levantar e medir dois ou três passos.
A morte desses animais precisa ser cuidadosamente agoniante, pois sua pele não pode ser danificada. Nesses casos, varia entre uma eletrocução por via anal, para as rapozas; ter a cabeça pisoteada até a morte, para os guaxinins; ser pego pelos pés e batidos no chão até morrer, para as chinchilas ou ter suas penas e seu couro arrancados do animal vivo, para emas e avestruzes.
É isso o que você quer vestir na frente dos seus filhos? É dessa forma que você, dentro do seu casaco de morte, quer melhorar o mundo?
O que a máquina de consumo insustentável mundial quer é exatamente isso: que você vista sofrimento.

"Os animais não foram feitos para os humanos, assim como os negros não foram feitos para os brancos ou as mulheres para os homens."

3 comentários:

  1. Eu admiro tanto o teu pensamento :) Respeito até o fim a tua opinião e em muitos pontos concordo, na maioria para se dizer a verdade.
    <3

    ResponderExcluir
  2. arrazou prima! hip hip upah pro vegetarianismo e o consumo consciente no planeta! vamos lutar por animais livres e felizes =D

    ResponderExcluir
  3. cada vez mais fã do teu blog Tanara!!! bjooo e parabéns pelos posts inteligentes, eu fico pensando como q vai ser tua evolução como blogeira com escritora, sei lá! Obrigada por compartilhar teu mundo conosco, pessoas tão normais , q admiram tua capacidade de captar nossos sentimentos e transformá-los em palavras! bjooo Vanessa Costa Freitas 16/03/11

    ResponderExcluir