Páginas

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Four days a week


São quatro dias por semana que tenho só para mim. Quatro manhãs para pensar, quatro tardes para sorrir e quatro noites para cantar e contar histórias daquelas que fazem você dormir se sentindo criança.
Os outros dias não são meus, talvez nunca sejam, mas que egoísmo da minha parte querer a semana toda só para mim! Quatro dias já estão de bom tamanho, preciso me convencer. Mas ás vezes, tantas horas parecem tão pouco diante de tudo o que ainda tenho para contar, para aprender e de tantas músicas que ainda quero pedir, que até parece injusto.
Tudo bem, eu sou a intrometida nesse mundo que não é meu, quem caiu de paraquedas fui eu. Mundo de Tanara, de João, de Maria, de qualquer um, mas o mundo que eu falo é um pouco mais do que isso tudo. Esse mundo é calmo, é bonito, é suave e tranquilo. Não é grande, mas tem dentes de roedor, como os meus, não é solitário, porém não tem muito mais amigos do que eu. Esse mundo já passou por tudo o que eu passei e um pouco mais, nesse mundo estão meus quatro dias por semana e tudo o que eu gosto demais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário