Páginas

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mudar é bom?


Já parou para notar o quanto a vida vai mudando? Não dá pra fugir.
O destino é uma flor e nós somos apenas a semente, que vai crescendo e crescendo sem que nada nem ninguém possa controlar. É como as estações do ano, por mais que você não goste de inverno, jamais poderá pula-lo e passar direto para a primavera.
Somos seres em aterna mutação e talvez se você olhar para trás, verá o quanto cresceu, o quanto se transformou em algo novo e quantas vezes fez isso. Algumas pessoas nos acompanham nas mudanças de cotidiano, outras simplesmente ficam para trás. E algumas, ainda que essas sejam raras excessões, continuam conosco, mesmo á distância. Não é errado olhar para trás e sentir saudades do que passou, mas torna-se mais fácil olhar para frente e encher-se de esperanças pelo que ainda não veio.
Passamos muito tempo nos martirizando com o que poderíamos ter feito de diferente e muitas vezes isso nos torna um tanto quanto infelizes. Eu muito já fiz isso, mas hoje sei que tudo o que acontece na vida tem um motivo e que por mais que as linhas sejam tortas, é por lá que se escreve. Não sou de viver de passado, tampouco de momentos instântaneos, mas acredito fielmente em mim.
Ás vezes nos perguntamos por que tudo foi do jeito que foi, ou é do jeito que é. Ainda que não haja resposta para esse maravilhoso mistério que é nossa vida neste plano terrestre, para tudo há um motivo.
Então devemos aproveitar tudo o que pudermos enquanto isso não muda. Nossos amigos, nossos amores, nossa familia. Viver tudo antes que acabe, porque um dia sempre fica para trás, e o que nos restará será a doce lembrança do quanto foi bom enquanto durou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário